Páginas

domingo, 26 de março de 2017

PROGRAMAÇÃO SEMANAL: De 27 de março a 02 de abril

SEGUNDA-FEIRA
Missa na Matriz – 19h
Reunião na Comunidade Santa Rita – Preparação para a Quermesse – 20h

TERÇA-FEIRA
Confissões em Preparação para a Páscoa – Matriz – 19h30

QUARTA-FEIRA
Reunião dos Ministros da Eucaristia – Sala da Matriz – 20h

QUINTA-FEIRA
Adoração ao Santíssimo – das 6 às 16 horas
Terço da Misericórdia – Matriz – 15h
Missa na Santa Rita – 19h (Aniversário de Nascimento e Sacerdócio de Padre Ronaldo – Missa e Confraternização)
Confissões em Guaraci – 19h30

SEXTA-FEIRA
Via-Sacra na Comunidade São Pedro – 19h

SÁBADO
Missa na Matriz - 19h
Missa em Baguaçu – 19h30
Curso de Batismo – Sala da Matriz – 16h

DOMINGO
Missa na Comunidade Santa Rita – 8h
Missa na Comunidade São Pedro – Jardim Tropical II – 9h
Missa na Matriz – 10h
Batizados – 11h
Missa na Matriz – 19h (com transmissão pela Rádio Espaço Livre AM)
ATENÇÃO: Curso de Noivos – Sábado (14h) e Domingo (8h) - Cripta

FRASE DA SEMANA: “Reaja com inteligência, mesmo quando for tratado com ignorância”. Pense nisso e viva melhor!!!

sexta-feira, 24 de março de 2017

4º DOMINGO DA QUARESMA: A Manifestação de Deus!

A primeira manifestação de Deus está em nós mesmos. Naturalmente, todos nós nos costumamos a viver como somos. Porém deveríamos parar e pensar o como somos. Alguns param pensando nos problemas ou defeitos que os incomodem e terminam caindo na depressão. Outros somente ficam reparando nos defeitos físicos, que imaginam ter, e recorrem em operações plásticas para melhorar as aparências e tão pouco encontram a satisfação que procuram. Devemos olhar para dentro de nós mesmos para descobrirmos os grandes mistérios, tanto corporais como espirituais, que se escondem no nosso íntimo. Mistérios que se manifestam através da fome e da sede do corpo, e dos anseios de paz, de felicidade e de amor que sentimos, e da inteligência e capacidade de trabalho ilimitado, de que somos capazes quando os empregamos para praticar o bem. Assim descobrimos que cada um de nós é um mistério que recebemos de Deus. 

A Palavra de Deus deste domingo convida-nos a pensar sobre a importância de Deus para entendermos todos os mistérios que Jesus nos revela no mistério de Páscoa que vamos celebrar. Ela tem uma dimensão íntima para cada um de nós, outra familiar para tenhamos paz em nossas famílias, e outra social convidando-nos a transforma este mundo num ensaio do Reino de Deus, que terá seu cumprimento perfeito na eternidade. 

A Primeira Leitura (1Sm 16, 1-13), nos lembra que toda autoridade vem de Deus, com estas palavras: "O Senhor disse a Samuel: 'Enche um chifre de óleo e vem para que eu te envie à casa de Jessé de Belém, pois escolhi um rei para mim entre os seus filhos". E continua advertindo: "Não olhes para a sua aparência nem para a sua grande estatura, porque eu o rejeitei. Não julgo segundo os critérios dos homens; o homem vê as aparências, mas o Senhor olha o coração". Termina a leitura: "Samuel tomou o chifre com óleo e ungiu a Davi na presença dos seus irmãos, e, a partir daquele dia, o Espírito do Senhor se apoderou de Davi". Assim foi a vocação dele como o grande rei de Israel. Os nossos governantes não cuidam do seu povo porque seguem os critérios dos homens. A autoridade vem de Deus através do voto do povo e para servir o povo. 

São Paulo, na Segunda Leitura (Ef. 5, 8-14), compara as teorias dos homens às trevas, e nos aconselha: ''Não vos associeis às obras das trevas, que não levam a nada, antes desmascarai-as, O que esta gente faz em segredo, tem vergonha até de dizê-lo. Mas tudo o que é condenável toma-se manifesto pela luz; e tudo o que é manifesto é luz". E termina afirmando: "É por isso que se diz: "Desperta, tu que dormes, levanta-te entre os mortos e sobre ti Cristo resplandecerá". Diante da injustiça, da violência e da morte que presenciamos, devemos sentir a falta da luz da Palavra de Deus que nos convida a praticar a justiça para conseguirmos viver em paz. 

No Evangelho (Jo 9, 1-41) Jesus responde para os discípulos que perguntaram: "Mestre, quem pecou para que nascesse cego: ele ou os seus pais?" Jesus respondeu: "Nem ele,  nem os seus pais pecaram, mas isso serve para que as obras de Deus se manifestem. É necessário que nós realizemos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia. Vem a noite em que ninguém pode trabalhar. Enquanto estou no mundo, eu sou a luz do mundo". Nós podemos escolher! 



sábado, 18 de março de 2017

PROGRAMAÇÃO SEMANAL: De 20 a 26 de março

SEGUNDA-FEIRA
Missa na Matriz – 19h
Reunião dos Grupos da Mãe Rainha – Todas as Paróquias de Olímpia – Matriz – 20h

TERÇA-FEIRA
Missa na Comunidade Terapêutica Renascer – 17h
Confissões em Severínia – 19h30

QUARTA-FEIRA
Reunião da Pastoral Litúrgica – Sala da Matriz – 20h

QUINTA-FEIRA
Adoração ao Santíssimo – Matriz – das 6h às 16h
Terço da Misericórdia – Matriz – 15h
Missa na Comunidade Santa Rita – 19h
Confissões na Paróquia N. Sra. Aparecida – Olímpia – 19h30

SEXTA-FEIRA
Missa no Bairro Tamanduá – 20h

SÁBADO – 24 horas para o Senhor
Missa na Matriz - 19h
Procissão e Missa do Padroeiro em Baguaçu – 19h
Encontro de Formação para Novos Ministros da Palavra – Sala da Matriz – 16h
Encontro da Pastoral Familiar com novos casais – Cripta – 14h

DOMINGO – 24 horas para o Senhor
Missa na Comunidade Santa Rita – 8h
Missa na Comunidade São Pedro – 9h
Missa na Matriz – 10h
Missa na Matriz - 19h (Com transmissão pela Rádio Espaço Livre AM)
DEVOÇÃO DAS 1000 AVE-MARIAS, MATRIZ – 12h
RETIRO DOS CRISMANDOS – CRIPTA – 8h
_________________________________________________________

FRASE DA SEMANA: “A verdadeira mudança começa devagar. Porque a direção é mais importante que a velocidade”. Pense nisso e viva melhor!!!

sexta-feira, 17 de março de 2017

3º DOMINGO DA QUARESMA: Água Viva

Todos nós sabemos que a água é a fonte da vida e que, sem ela, toda espécie de vida se toma impossível. Esta verdade é tão antiga como a criação do mundo. Na Palavra de Deus deste domingo, porém, nos é apresentada de forma dramática, na primeira leitura, e completa no Evangelho. 

A Primeira Leitura (Ex. 17, 3-7) nos apresenta o povo de Israel que, sob o comando de Moisés, havia saído do Egito e se encontrava no deserto, perto da montanha do Sinai. No deserto não encontramos nada para comer nem para beber. O povo reclamou para Moisés: "Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos fazer morrer de sede a nós, nossos filhos e nosso gado?" Moisés apresentou este problema a Deus, o único que nos oferece a água que nós precisamos, tanto material como espiritual. Ele disse a Moisés: "Toma a vara com que feriste o rio Nilo e vai. Eu estarei lá, diante de ti, sobre o rochedo, no monte Horeb. Ferirás a pedra e dela sairá água para o povo beber. Moisés fez assim diante do povo de Israel". Termina a leitura, dizendo: "O Senhor está no meio de nós ou não?" Esta é a pergunta que nós deveríamos fazer-nos nesta quaresma: Termos certeza que Deus está no meio de nós ou não acreditamos? 

O apóstolo São Paulo (Rm. 5, 1-8), nos lembra que Deus e Pai e que cuida de seus filhos, sempre que eles quiserem, dizendo: "Irmãos, justificados pela fé, estamos em paz com Deus, pela mediação do Senhor nosso, Jesus Cristo. Por ele tivemos acesso, pela fé, a esta graça, na qual estamos firmes e nos gloriamos, na esperança da glória de Deus. E a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado". E termina afirmando: "A prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós quando éramos ainda pecadores." Em nossa preparação para a Páscoa, deveríamos perguntar-nos: Nós acreditamos de que isto é verdade? 

O Evangelho de São João (Jo. 4, 5-42) nos conta o fato Jesus pedido água para beber a uma mulher samaritana Ela disse: "Como tu, sendo judeu, pedes de beber a mim que, sou uma mulher samaritana? Respondeu-lhe Jesus: Se tu conhecesses o dom de Deus e quem é que lhe pede: 'Dá-me de beber', tu mesma lhe pedirias a ele, e ele te daria água viva". E continua: "Todo aquele que bebe desta água terá sede de novo. Mas quem beber da água que eu lhe darei, esse nunca mais terá sede. E a água que eu lhe der se tomará uma fonte de água que jorra até a vida eterna A mulher disse a Jesus; "Senhor, dá-me desta água". Jesus lhe pediu água natural, para matar a sede do corpo, e Ele lhe oferece a água espiritual que ela não encontrava nas coisas materiais. 

Não será este o problema do mundo de hoje? 

                                                                          Monsenhor Antonio




domingo, 12 de março de 2017

PROGRAMAÇÃO SEMANAL: De 13 a 19 de março

SEGUNDA-FEIRA
Missa na Matriz – 19h

TERÇA-FEIRA
Reunião dos Pais da Catequese – Matriz – 20h

QUARTA-FEIRA
Encontro da Campanha da Fraternidade 2017

QUINTA-FEIRA
Adoração ao Santíssimo – Matriz – das 6h às 16h
Terço da Misericórdia – Matriz – 15h
Missa na Comunidade Santa Rita – 19h
Terço dos Homens – Matriz – 20h

SEXTA-FEIRA
Missa na Capela do Bairro Lambari – 20h
Via-Sacra na Capela Nossa Senhora de Fátima – Praça da Fonte – 19h30

SÁBADO
Missa na Matriz - 19h
Procissão e Missa do Padroeiro em Baguaçu – 19h
Grandiosa Quermesse em Louvor a São José – Baguaçu – 20h
Encontro de Formação para Novos Ministros da Palavra – Sala da Matriz – 16h

DOMINGO
Missa na Comunidade Santa Rita – 8h
Missa na Comunidade São Pedro – 9h
Missa  na Matriz – 10h
Missa na Matriz - 19h (Com transmissão pela Rádio Espaço Livre AM)
________________________________________________________
FRASE DA SEMANA: “No caminho incerto da vida, o mais importante é decidir”. Pense nisso e viva melhor

sexta-feira, 10 de março de 2017

2º DOMINGO DA QUARESMA: O Salvador!

Vimos, no domingo passado, o mundo que Deus preparou para morada do ser humano. Criou tudo o que ele ia precisar para sentir segurança, viver em paz e ser feliz. Para ele conseguir esta felicidade, era, e continua sendo, necessário usar de sua liberdade para fazer o bem, respeitando o direito do Criador e dos irmãos. Este foi o seu pecado e a causa dos sofrimentos e morte em que estamos condenados todos nós até hoje. Deus prometeu, neste momento, enviar um Salvador. A partir deste momento a humanidade dividiu-se entre os esperavam o Salvador e o que continuaram o exemplo de Adão e Eva. A Palavra de Deus deste domingo nos apresenta o exemplo dos que confiaram na promessa de Deus, para que nós sigamos o seu exemplo.

Na Primeira Leitura (Gn. 12, 1-4) encontramos o exemplo de Abraão. Deus disse para ele: "Sai de tua terra, da tua família e da casa do teu pai, e vai para a terra que eu vou te mostrar. Farei de ti um grande povo e te abençoarei: engrandecerei o teu nome, de modo que ele se tome uma bênção. Abençoarei aos que te abençoarem e amaldiçoarei aos que te amaldiçoarem; em ti serão abençoadas todas as famílias da terra!" Abraão partiu, como o Senhor lhe havia dito. Esta é primeira condição para obter a salvação, o desprendimento das coisas materiais, e a obediência total na Palavra de Deus. 

São Paulo, na Segunda Leitura (2Tm. 1, 8-10), nos fala da nossa vocação cristã dizendo: "Deus nos salvou e nos chamou com uma vocação santa, não devido às nossas obras, mas em virtude do seu desígnio e de sua graça, que nos foi dada em Cristo Jesus desde toda a eternidade". Termina a leitura afirmando: "Ele não só destruiu a morte, como também fez brilhar a imortalidade por meio do Evangelho". Por isso ele manda que seja anunciado a todos os povos. Esta é a missão de todos os cristãos: viver e anunciar o Evangelho.

No Evangelho (Mt 17, 1-9) Jesus se mostra a Pedro, Tiago e João com o seu corpo humano transfigurado. Com ele aparecem Moisés e Elias, também transfigurados, de modo que criaram um ambiente de paz e de felicidade tão grande que levou a Pedro a exclamar: "É bom ficarmos aqui. Se queres, vou fazer aqui três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias. Ele ainda estava falando, quando apareceu uma nuvem luminosa que os cobriu com a sua sombra E da nuvem uma voz dizia: 'Este é meu Filho amado, no qual pus todo o meu agrado. Escutai-o!" Assim, Deus nos mostra que Ele quer o homem transfigurado pelo Evangelho, e não desfigurado pelas teorias dos homens. 

A escolha, porém, é nossa!